Membros da seleção paralímpica permanente demonstram empolgação para início do novo ciclo

15/12/2016 16:42
Nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, foram conquistadas quatro medalhas.Trabalho visando Tóquio/2020 já começou
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 15/12/2016
 
Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB
 
Os atletas paralímpicos que estão na seleção brasileira permanente terão um grande desafio neste ciclo que se inicia, visando Tóquio/2020: melhorar ainda mais os rendimentos obtidos nesta temporada, quando foram atingidos diversos triunfos, como os quatro pódios na Rio 2016. Mas eles não se intimidam e demonstram grande expectativa pelo trabalho que está para começar, não escondendo a ansiedade de poder voltar à mesa em busca de novas conquistas.
 
E o primeiro desafio desses atletas já será no começo do ano que vem, quando terá o Pan-Americano Paralímpico, uma das competições mais importantes do calendário e que será realizado em São Paulo. Mais uma oportunidade para os atletas atuarem em casa.
 
"É um prazer ser novamente convocado para fazer parte da seleção. Sabemos que o grupo passou por uma redução e, mesmo assim, continuaram confiando no meu trabalho, o que é uma grande satisfação. A expectativa para ano que vem é boa, de conseguir ter uma boa temporada. Temos o Pan-Americano da modalidade... Estou com foco e força total para desempenhar o meu melhor. Os resultados acabam aparecendo naturalmente", disse Diego Moreira, atleta da Classe 9, que esteve na Rio 2016.
 
Um dos medalhistas das Rio 2016, Guilherme Costa - que conquistou, ao lado de Iranildo Espíndola e Aloisio Lima, o bronze por equipes Classes 1-2 - ressaltou que o grupo ainda quer evoluir mais e avisou sobre a busca por um lugar no pódio em Tóquio.
 
"Acho que é uma recompensa de todo o trabalho que nós fizemos neste ciclo de quatro anos. Minha expectativa é de que o projeto comece o quanto antes para podermos dar o nosso melhor para continuar nesse nível que o Brasil chegou no tênis de mesa. Formamos a primeira turma do tênis de mesa paralímpico profissional. Que isso não se perca! Foi um grande passo, mas ainda há coisas para melhorar. Estamos querendo, chegar a mais medalhas em Tóquio e de cores diferentes", afirmou ele, que completou:
 
"Vamos entrar neste ciclo com outra moral, outra cabeça, outras propostas e ideias. Acho que todo mundo vai colher desse fruto".
 
Um dos maiores vencedores de torneios nacionais, Claudiomiro Segatto pôde aumentar a vasta coleção de medalhas neste ano. Apesar do bom desempenho na temporada, o atleta, que pertence à Classe 5, salientou que o momento é de olhar para frente.
 
"É uma satisfação enorme estar na lista dos atletas que estarão na seleção permanente neste novo ciclo que se inicia em 2017. Eu estava ansioso, pois sabia que a lista teria poucos nomes e temos muitos atletas de alto nível em nosso país. Mas acredito ter feito uma boa temporada, este ano ganhei jogos de 3 TOP 10 do mundo, um deles na Rio 2016. Porém, agora o foco é neste novo ciclo que se inicia, muitas coisas a serem feitas!", ressaltou.
 
Outra que foi ao pódio na Rio 2016 foi Jennyfer Parinos. Ao lado de Danielle Rauen e Bruna Alexandre, ela foi medalha de bronze na disputa por equipes femininas Classe 6-10 e quer corrigir os equívocos para que resultados ainda melhores aconteçam.
 
"Fiquei feliz por poder fazer parte de mais um ciclo. Vou tentar mudar o que errei no ciclo passado para poder aperfeiçoar minhas técnicas e conseguir resultados melhores", garantiu.
 
Na atual lista da seleção permanente, estão Aloisio Lima (Classe 1), Guilherme Costa (Classe 2), Isranildo Espíndola (Classe 2), Cátia Oliveira (Classe 2), Claudiomiro Segatto (Classe 5), Isrel Stroh (Classe 7), Paulo Salmin (Classe 7), Diego Moreira (Classe 9), Danielle Rauen (Classe 9), Jennyfer Parinos (Classe 9) e Bruna Alexandre (Classe 10).
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br