Minas Gerais recebe material dos Jogos Olímpicos Rio 2016 para CT: 'Será um marco'

16/01/2017 15:53

Carlos Antônio de Paiva, presidente da Associação Varginhense de Esportes, acredita que legado incentivará mais jovens a praticar o tênis de mesa

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 16/01/2017

Varginha está com um centro de treinamento de outro mundo! O município mineiro foi um dos que recebeu parte do legado da Rio 2016 deixado à Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) e montou um local para atividades voltadas à modalidade. O local, que fica na Associação Varginhense de Esportes (AVE), será utilizado para trabalhos das equipes, para detecção de jovens atletas para o programa Diamantes do Futuro e também em competições no Estado.
 
Carlos Antônio de Paiva, presidente da AVE, acredita que o novo CT vai iniciar uma nova Era do tênis de mesa em Minas Gerais e ressalta que a modalidade deve aproveitar a oportunidade criada pelos Jogos Olímpicos.
 
"Para Varginha e, acredito que para Minas, será um marco em relação ao tênis de mesa. Alguns de nossos atletas só tinham a oportunidade de jogar em mesas de qualidade quando participavam de uma Copa Brasil ou Campeonato Brasileiro. Agora, com este material, estaremos avançando um pouco. O tênis de mesa foi muito bem nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, principalmente nos Paralímpicos, e tem de aproveitar a oportunidade para crescer", disse.
 
Além de melhorar o nível técnico, Paiva aponta ainda que o material da Rio 2016 pode ocasionar grandes melhoras não só no tênis de mesa e aponta que pode incentivar ainda mais jovens a praticar a modalidade em Minas Gerais.
 
"Melhora drasticamente o nível e claro que influencia (a mais jovens). O legado deixado pelos Jogos Olímpicos, não só para o tênis de mesa, como para todos os esportes, será fundamental para captação e formação de novos atletas. Porém, cabe aos dirigentes esportivos saberem usá-lo  e tirar o melhor proveito possível", salientou.
 
Além de Varginha, também receberam materiais utilizados durante a Rio 2016 centro de treinamentos no Rio de Janeiro (RJ), Teresina (PI), São Bento (SC), Porto Alegre (RS) e Cuiabá (MT). Todos eles, além de outros trabalhos, terão atividades voltadas aos mais jovens, visando detecção de talentos.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM