Mundial 2017: Calderano celebra vitória e avisa: 'Espero que tenha muito mais por vir'

01/06/2017 16:48

Brasileiro vai encarar o chinês Xu Xin na briga para chegar às oitavas de final

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 01/06/2017

Foto: ITTF

Credenciado à terceira fase do torneio individual do Campeonato Mundial, que acontece em Düsseldorf, Alemanha, Hugo Calderano, número 25 do mundo, celebrou a vitória por 4 sets a 0 diante do iraniano Noshad Alamiyan (76º), lembrando os pontos fortes do adversário, e ressaltou que vai lutar para continuar na competição.

Nesta sexta-feira (2), na briga para chegar às oitavas de final, o brasileiro terá pela frente o chinês Xu Xin, terceiro colocado do ranking da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF).

“Estou muito feliz por chegar a essa rodada. Espero que tenha muito mais por vir. Fiquei feliz também com o resultado de hoje (quinta-feira, 1). Ele (Noshad) tem um jogo muito difícil, com um saque e recepção muito bons e também um controle no backhand", disse, à ITTF TV, o jovem de 20 anos, que completou:

"É meu terceiro Mundial individual. No primeiro, perdi na primeira rodada. No segundo, fiquei na segunda. Agora, já consegui chegar à terceira e espero ir mais longe ainda”.

Para o técnico Jean-René, a partida contra Xu Xin é uma grande oportunidade para que Calderano possa evoluir ainda mais, salientando que a China é a grande potência do tênis de mesa.

“Jogar contra o Xu Xin é muito interessante para ele testar a capacidade dele frente aos melhores do mundo. Sabemos que ele tem muitas qualidades, que vai ser difícil encarar o saque e recepção, mas o Hugo está muito bem, sendo muito agressivo, como no jogo de hoje (contra Noshad)", afirmou.

O treinador garantiu ainda que para que o brasileiro possa alcançar os objetivos na carreira, terá de passar pelos melhores atletas da modalidade:

"A meta do Hugo é alcançar o topo do mundo. Então, cada vez que ele tem a oportunidade de enfrentar os chineses e outros tops, é uma oportunidade muito importante para desenvolver passo a passo uma estratégia para superá-los”.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br