Mundial Juvenil: Brasileiros avançam para fase principal no individual

30/11/2017 19:21
Eduardo Tomoike, Carlos Ishida e Livia Lima estão no 32 avos de final; Bruna Takahashi já estava classificada
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 30/11/2017
 
Os brasileiros conseguiram grandes resultados na estreia dos torneios individuais do Campeonato Mundial Juvenil, que está sendo disputado em Riva Del Garda, na Itália. Nesta quinta-feita (30), Eduardo Tomoike, Carlos Ishida e Livia Lima ficaram na segunda colocação de seus respectivos grupos e se juntaram a Bruna Takahashi - uma das cabeças de chave do torneio - na fase principal.
 
Pelos 32 avos de final, os brasileiros voltam à mesa nesta sexta-feira (1º). Bruna encara a alemã Franziska Schreiner, às 9h30 (horário de Brasília), enquanto Livia enfrenta a sul-coreana Jiho Kim, às 11h. No masculino, Tomoike joga contra o romeno Cristian Pletea, às 8h, e Ishida faz confronto contra o americano Kanak Jha, às 9h30.
 
No Grupo 5 masculino, Eduardo Tomoike teve de enfrentar o romeno Rares Sipos e o sul-coreano Byunghyeon Kim. Contra o primeiro adversário, o brasileiro não saiu com um resultado positivo: derrota por 4 sets a 0 (12/10, 11/9, 11/9 e 12/10). Eduardo garantiu a classificação ao bater o atleta da Coreia do Sul por 4 a 2 (as parciais não foram divulgadas).
 
Já pelo Grupo 13, Carlos Ishida também venceu uma e perdeu a outra partida. Primeiro, o brasileiro fez um jogo duríssimo contra o turco Abdullah Yigenler, mas acabou derrotado por 4 a 2, com parciais de 12/10, 11/6, 11/3, 4/11, 18/20 e 11/4. Carlos conseguiu avançar de fase ao bater o egípcio Ahmed Elborhamy por 4 a 0 (11/7, 11/7, 11/7 e 11/7).
 
No Grupo 4 feminino, Livia Lima garantiu classificação ao derrotar a egípcia Marwa Alhodaby por 4 a 0 , com parciais de 11/5, 11/3, 11/5 e 11/6. A brasileira ainda encarou a tailandesa Jinnipa Sawettabut e perdeu por 4 a 0 (11/4, 11/5, 11/7 e 12/10).
 
Outros três brasileiros também foram à mesa nesta quinta-feira, porém não conseguiram se classificar. No Grupo 6 masculino, Siddharta Almeida foi derrotado pelo francês Bastien Rembert por 4 a 1 (8/11, 11/7, 11/4, 11/9 e 11/9) e pelo romeno Florin Spelbus por 4 a 3 (9/11, 11/8, 10/12, 11/4, 11/6, 5/11 e 11/8). 
 
No Grupo 24, Sergio Bignardi foi superado pelo italiano Antonino Amato por 4 a 0 (11/4, 11/6, 11/6 e 11/7) e pelo sul-coreano Hogyun Baek também por 4 a 0 (11/8, 11/4, 11/2 e 12/10). Sergio ainda venceu o neozelandês Roger Wang pelo mesmo placar de suas derrotas, porém não foi suficiente para se classificar.
 
Entre as mulheres, Alexia Nakashima não conseguiu chegar à fase principal. A brasileira esteve no Grupo 7, ao lado de Tsai Yu-Chin, de Taipei, e da egípcia Mariam Alhodaby. Contra a primeira, derrota por 4 a 2 (4/11, 11/4, 11/4, 11/6, 10/12 e 11/7), já contra a segunda , revés por 4 a 1 (7/11, 11/7, 11/2, 11/4 e 11/9). 
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br