Mundial Juvenil: Seleção feminina vence Espanha, perde para o EUA e fecha disputa por equipes em 10º

02/12/2016 17:43
Meninas fizeram um jogo equilibrado na primeira partida do dia, mas não mantiveram o ritmo na luta pelo nono lugar

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 2/12/2016
 
Foto: ITTF
 
A seleção feminina - formada por Alexia Nakashima, Bruna Takahashi, Daniela Yano e Lívia Lima - terminou a disputa por equipes do Mundial Juvenil, que acontece na Cidade do Cabo, África do Sul, na 10º colocação. Nesta sexta-feira (2), o time jogou duas vezes pela chave que disputava as posições 9-12 e terminou com uma vitória sobre a Espanha e uma derrota para o Estados Unidos.
 
A primeira disputa foi contra a Espanha para ver quem seguia na chave ou quem teria de lutar na chave 11-12. E em um jogo equilibrado, deu Brasil por 3 a 2. Alexia Nahashima foi à mesa para encarar Xuan Zhang e perdeu 3 a 0 (11/3; 13/11 e 11/4). Logo depois, Bruna Takahashi deixou a batalha em igualdade ao bater Ana Garcia por 3 a 0 (11/7; 11/6 e 11/9). A Espanha voltou à frente quando Marina Niguez, em uma partida parelha, bateu Lívia Lima por 3 sets a 0 (11/2 12/10 e 13/11). Coube a Bruna Takahashi deixar o confronto empatado novamente, ao derrotar Xuan Zhang por 3 a 2 (6/11; 11/5; 11/9; 7/11 e 15/13). Alexia Nakashima garantiu o triunfo verde e amarelo por 3 a 2 ao passar por Ana Garcia por 3 sets a 0 (12/10; 11/9 e 13/11).
 
Na luta pelo nono lugar, porém, o Brasil não conseguiu repetir a boa atuação e perder por 3 a 0. Desta vez, Bruna Takahashi foi a primeira a ir à mesa e ela encarou Crystal Wang, perdendo por 3 sets a 2 (11/9; 13/11; 8/11; 2/11 e 11/5). Alexia Nakashima lutou com Angela Guan em uma tentativa de igualar o marcador, mas foi derrotada por 3 sets a 0 (11/6; 11/5 e 11/6). Lívia Lima ainda tentou mudar o panorama, mas foi superada por Amy Wang por 3 sets a 0 (11/6; 11/7 e 11/9).
 
Neste sábado (3), a seleção masculina vai à mesa para encarar a África do Sul na chave que disputa as posições 19-20. Também neste sábado, começam as disputas nas duplas mistas, onde o Brasil será representado por Gustavo Kodama/ Daniela Yano e Carlos Ishida e Lívia Lima. Além disso, Bruna Takahashi atuará ao lado do inglês Tom Jarvis.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br