Mundial por Equipes: Brasil bate Bélgica e assume liderança do grupo E

29/02/2016 11:58

Resultado manteve o time masculino invicto na competição, com três vitórias

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 29/02/2016

O time masculino da seleção brasileira segue demonstrando que lutará pelo título da segunda divisão do Mundial por equipes, em Kuala Lumpur, na Malásia. Nesta segunda-feira (29), o Brasil venceu a Bélgica por 3 partidas a 0 e assumiu o primeiro lugar do grupo E.

“Acho que ganhar da Bélgica por 3 a 0 é um desempenho muito bom, porque eles têm uma equipe jovem que pode ser muito perigosa. Estou muito satisfeito com os três jogadores e temos que continuar assim amanhã”, elogiou o técnico Jean-René Mounie.

No primeiro duelo, Hugo Calderano (74º colocado no ranking mundial) bateu Robin Devos (129º) por 3 a 0 - 11/4, 11/6 e 11/4 -, abrindo caminho para a vitória brasileira de forma incontestável.

“Hugo começou muito bem, acho que a própria Bélgica não estava esperando um nível tão alto dele. Ele jogou o seu melhor e isso afetou a confiança deles para a sequência”, destacou o treinador.

Thiago Monteiro (124º) foi o segundo a ir à mesa e encarou o oponente melhor ranqueado, Cedric Nuytinck (118º), que atua pelo Hagen, na Liga Alemã. Mesmo assim, mais um triunfo em sets diretos – parciais de 11/5, 11/8 e 11/5.

“Assim como Calderano, o Thiago fez um jogo muito bom, teve o controle total da partida. Seu adversário não teve nenhuma chance com ele jogando da forma que jogou”, afirmou Jean-René.

Por último, Cazuo Matsumoto (132º) começou perdendo o jogo, mas conseguiu se recuperar diante de Florent Lambiet (211º). No terceiro set, o belga esteve perto de ficar na frente novamente com um 10/6, mas o paulista conseguiu uma virada incrível e depois fechou a contagem – 3 a 1 (10/12, 11/5, 14/12 e 12/10).

“A partida do Cazuo foi muito difícil e ele teve problemas com o saque do Lambiet e não conseguiu propor o seu melhor nível. Por outro lado, jogou com muito coração, se esforçou muito e conseguiu vencer”, apontou o francês.

O resultado deixou o Brasil na liderança isolada do grupo E, seguido do Irã, que também não perdeu ainda no torneio. Na próxima rodada o adversário será a Tailândia, às 2h da madrugada de terça (1º de março), e depois a seleção fecha sua participação na fase de grupos contra o Irã, na quarta-feira, às 8h30 (horários de Brasília).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br