Mundial por Equipes: Sem ceder sets, time masculino bate o Canadá na segunda rodada

29/02/2016 04:15

Thiago Monteiro, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi dão novo passo rumo à próxima fase

Foto: Marcos Yamada

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 29/02/2016

Nesta segunda-feira (29), pela segunda rodada da fase de grupos do Mundial por Equipes, o time masculino venceu o Canadá com autoridade, por 3 partidas a 0, e se manteve entre os classificados para a fase final da segunda divisão da competição em Kuala Lumpur, na Malásia.

Thiago Monteiro (124º no ranking mundial) foi o primeiro a ir à mesa – ele superou Pierre-Luc Theriault (280º) por 3 a 0, parciais de 11/6, 12/10 e 11/4, em sua estreia nesta edição do Mundial.

“Thiago jogou contra o melhor deles e fez um ótimo jogo. Como ele não tinha jogado ainda, poderia ser um jogo perigoso, mas ele achou rapidamente o ritmo e demonstrou muita qualidade”, elogiou Jean-René.

Na sequência, Hugo Calderano (74º) ampliou a vantagem com 3 a 0 sobre Filip Ilijevski (498º) - 11/7, 11/9 e 11/3. Por fim, Gustavo Tsuboi (48º) sacramentou o triunfo batendo Marko Medjugorac (589º) pelo mesmo placar: 11/5, 11/4 e 11/5.

“Fiquei satisfeito com Calderano, demonstrou foco, apesar de já estar um nível acima do adversário. Já o Gustavo precisa reencontrar o ritmo, por isso escalei ele como raquete 3. Ele enfrentou a raquete 2 deles e jogou muito bem”, resumiu o técnico.

Vale ressaltar que esses três jogadores formaram a equipe que superou, dentre outros países, o próprio Canadá na conquista do título por equipes dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto.

A equipe de Jean-René Mounie, que venceu a Holanda por 3 a 1 na primeira rodada, agora encara a Bélgica, às 8h30 (horário de Brasília). Os belgas venceram as duas primeiras por 3 a 0 e lideram o grupo E, então o duelo será importante na briga pela classificação. Os três primeiros colocados avançam para a fase eliminatória.

“Os rapazes fizeram um jogo sério. Ganhamos esse jogo, mas a partir de agora vai ser mais complicado, a partir do jogo contra a Bélgica. Vamos buscar fazer o nosso melhor”, finalizou o treinador.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/TMBrasil
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br