Pan-Americano: Brasil conquista o ouro no individual masculino e nas duplas masculinas

18/09/2017 00:01

Delegação verde e amarela levou ainda a prata no individual masculino e bronze no individual feminino e duplas femininas

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 18/09/2017

Foto: ITTF

O Brasil terminou o Pan-Americano com cinco medalhas de ouro conquistadas. Em final verde e amarela, Hugo Calderano bateu Thiago Monteiro e chegou ao lugar mais alto do pódio no individual masculino. Nas duplas masculinas, Eric Jouti e Vitor Ishiy levaram o título após baterem os cubanos Jorge Campos e Andy Pereira.

Além disso, o país levou também dois bronzes, com Bruna Takahashi no individual feminino e Bruna Takahashi e Lin Gui nas duplas femininas.

Vale lembrar que o Brasil já havia conquistado o ouro por equipe masculina, feminina e duplas mistas (com Bruna Takahashi e Vitor Ishiy, em final contra os compatriotas Eric Jouti e Lin Gui).

Nas quartas de final do individual masculino, Hugo Calderano bateu o cubano Jorge Campos por 4 sets a 1 (11/5; 11/7; 11/6; 10/12 e 11/2). Na semifinal, superou o argentino Horácio Cifuentes por 4 a 0 (11/7; 11/9; 11/7 e 11/5).

Já Thiago Monteiro, nas quartas, bateu o cubano Andy Pereira por 4 a 1 (6/11; 11/7; 11/7; 12/10 e 11/4) e, na fase seguinte, passou pelo mexicano Marcos Madrid por 4 a 0 (11/5; 11/7; 11/9 e 11/6).

Na disputa pelo ouro, jogo equilibrado e vitória de Calderano por 4 a 0 (11/8; 11/8; 11/7 e 11/8.

Nas duplas masculinas, Vitor Ishiy e Eric Jouti eliminaram, nas quartas de final, os mexicanos Marcos Madrid e Salvador Uribe por 3 a 1 (11/3; 9/11; 11/3 e 11/2). Na semi, vitória sobre os paraguaios Marcelo Aguirre e Axel Gavilan pelo mesmo placar (6/11; 11/6; 11/5 e 12/10). Na luta pelo lugar mais alto do pódio, triunfo sobre os cubanos Jorge Campos e Andy Pereira por 3 a 2 (7/11; 11/6; 11/9; 9/11 e 11/8).

No individual feminino, Bruna Takahashi superou Mo Zhang, do Canadá, por 4 a 0 (12/10; 12/10; 11/4 e 11/6). Porém, na semifinal, apesar de ter tido uma boa atuação, acabou derrotada Yue Wu por 4 sets a 3 (9/11; 11/1; 8/11; 11/8; 11/9; 11/13 e 12/10).

Lin Gui perdeu nas quartas de final para Crystal Wang, dos Estados Unidos, por 4 a 3 (3/11; 4/11; 13/11; 11/9; 10/12; 11/3 e 12/10).

A parceria formada por Lin Gui e Bruna Takahashi passou pelas argentinas Ana Codina e Camila Arguelles por 3 sets a 2 (11/9; 9/11; 7/11; 11/6 e 11/3), mas, na semifinal, acabou superada pelas canadenses Alicia Cote e Mo Zhang por 3 a 2 (10/12; 7/11; 11/7; 11/7 e 11/4).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br