Pan-Americano: Dobradinha dourada! Brasil conquista dois ouros por equipes

14/09/2017 22:35
Na primeira edição do torneio, país é campeão tanto no masculino como no feminino
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 14/9/2017
 
Foto: ITTF
 
O Brasil foi hegemônico no torneio por equipes da primeira edição do Campeonato Pan-Americano, que está sendo realizado em Cartagena, na Colômbia. Nesta quinta-feira (14), o país conquistou duas medalhas de ouro. No feminino, a conquista veio sobre os Estados Unidos em um confronto vencido por 3 jogos a 1, enquanto, no masculino, o triunfo foi sobre a Argentina por 3 jogos a 0.
 
Na final feminina, Bruna Takahashi foi quem abriu o caminho para a vitória brasileira. A jovem de 17 anos encarou a estadunidense Crystal Wang e a bateu por 3 sets a 1, com parciais de 8/11, 11/9, 11/5 e 11/6. Depois, foi a vez de Lin Gui entrar em ação. Ela teve um embate contra Yei Wu e acabou vencendo por 3 a 2 (11/9, 11/5, 6/11, 11/13 e 11/5). 
 
Os Estados Unidos conseguiram diminuir com Grace Yang. A estadunidense derrotou a brasileira Bruna Alexandre também em um jogo de cinco sets: 3 a 2, com parciais de 12/10, 11/3, 10/12, 2/11 e 11/7. A mesatenista que decretou o triunfo do Brasil foi Bruna Takahashi. Ela encarou Yei Wu e a superou por 3 a 2. As parciais foram 13/11, 4/11, 11/6, 9/11 e 11/1.
 
No masculino, o duelo entre Brasil e Argentina, que reserva muita rivalidade em qualquer esporte, foi vencido com mais facilidade. O primeiro a ir à mesa foi Eric Jouti que superou o argentino Gastón Alto por 3 a 0 (11/8, 11/6, 11/5). 
 
Logo em seguida, o experiente Thiago Monteiro jogou contra Horacio Cifuentes. O jogo terminou 3 a 2 para o brasileiro, com parciais de 11/4, 5/11, 13/11, 8/11 e 13/11. Quem fechou o confronto foi Vitor Ishiy. O atleta não tomou conhecimento do argentino Pablo Tabachnik e aplicou 3 a 0. As parciais foram: 11/3, 11/9 e 11/3.
 
O Pan-Americano começou na última segunda-feira (11) e segue até domingo (17). Nesta sexta-feira (15), começam a ser disputados os torneios de duplas mistas, além da continuação do individual.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br