Pan-Americano juvenil: Seleção emplaca três nas quartas individuais femininas

26/06/2016 18:20

Bruna Takahashi, Leticia Nakada e Alexia Nakashima seguem na briga pelo pódio no Canadá

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 26/6/2016

Bruna Takahashi, Leticia Nakada e Alexia Nakashima avançaram neste domingo (26) às quartas de final individuais da primeira edição do Campeonato Pan-Americano juvenil, que está sendo disputado em Burnaby, no Canadá. A campeã será conhecida ainda nesta noite.

No sábado (25), Bruna (16ª colocada do ranking mundial juvenil), Leticia (31ª), Alexia (59ª) e Daniela Yano passaram pela fase de grupos e chegaram às fases eliminatórias. Daniela parou nos 32 avos de final diante da peruana Janina Nieto (121ª), que levou a melhor por 4 a 1 (2/11, 11/8, 11/5, 11/8 e 11/8).

Já Alexia chegou às oitavas após vencer a canadense Joyce Xu por 4 a 3 (11/7, 11/9, 11/9, 4/11, 5/11, 2/11 e 11/9), juntando-se a Bruna e Leticia, que não precisaram disputar a primeira rodada.

Neste domingo, as três brasileiras conseguiram avançar às quartas de final. Bruna e Leticia venceram por 4 a 1: a primeira bateu a norte-americana Grace Yang (11/5, 11/6, 9/11, 11/9 e 11/9), enquanto a segunda derrotou Gabriela Díaz (11/9, 11/8, 8/11, 11/9 e 11/9), de Porto Rico.

Nas quartas, Bruna enfrentará a canadense Alicia Cote (144ª). Leticia e Alexia terão rivais norte-americanas: Angela Guan e Crystal Wang (21ª), respectivamente.

Eliminações no masculino

Os representantes brasileiros na chave masculina conseguiram superar a fase de grupos, mas ficaram fora do pódio. Siddharta Almeida (192º) parou no canadense Filip Ilijevski (95º) – 4 a 1 (11/9, 9/11, 11/3, 17/15 e 11/9), enquanto Rodrigo Yonesake (158º) foi derrotado pelo norte-americano Adar Alguetti (296º) – 4 a 3 (7/11, 9/11, 13/11, 11/5, 9/11, 11/8 e 11/8), ambos nos 32 avos.

Gustavo Yokota (40º) chegou às oitavas após bater o local David Hong Lin em sets diretos, parciais de 11/6, 11/4, 11/6 e 11/4. No entanto, caiu em seguida diante do argentino Martin Bentancor (115º): 4 a 0 (11/6, 11/5, 11/8 e 11/5).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br