Para ajudar inciantes, meninos criam canal na internet sobre tênis de mesa

05/09/2017 17:11

Matheus Primo e Levy Prado, de 11 e 12 anos, tiveram ideia durante um treino e fizeram vídeo sozinhos

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 05/09/2017

Foto: Arquivo Federação Matrogrossense de Tênis de Mesa

Matheus Primo e Levy Prado são dois meninos que, há pouco mais de um ano, tiveram contato com tênis de mesa e se apaixonaram pela modalidade. De lá para cá, a relação fortaleceu a tal ponto que, apesar da pouca idade (11 e 12 anos, respectivamente), tentam passar o que aprenderam do esporte a outras crianças. Como? Com um canal no YouTube, onde mostram desde as maneiras de pegar na raquete até os movimentos corretos a se fazer à mesa.

 

Crias de um projeto social que acontece na Arena Pantanal, em Cuiabá, Mato Grosso, eles tiveram a ideia durante um dos treinamentos que faziam juntos e não demorou muito para ser posta em prática. Logo Levy e Matheus começaram as gravações, editaram e colocaram o material no ar.

 

"Estávamos treinando e pensamos em fazer algo que pudesse ajudar outras crianças a entender o tênis de mesa. Aí tivemos a idéia de fazer um canal no YouTube. Alguns amigos de colégio viram e disseram que nossas dicas ajudaram. Isso é legal", disse Levy.

 

Matheus, por sua vez, ressalta que não foi necessário auxílio para que eles conseguissem transformar o objetivo em algo concreto:

 

"Praticamos tênis de mesa há, mais ou menos, um ano e meio. Nós víamos que muita gente tinha dúvida sobre o esporte e queríamos ajudar os iniciantes. Aí, fizemos o vídeo, editamos e publicamos (risos)".

 

E foi tudo tão rápido que até os próprios pais dos jovens foram pegos de surpresa. Hebert Primo, pai de Matheus, admite que, inicialmente, houve até um certo receio por conta da exposição que o canal poderia gerar.

 

"Ele e Levy vivem treinando juntos. Se deixar, é o dia inteiro (risos). Uma vez fui buscar ele na casa do Levy e ele disse que tinham criado um canal para dar dicas de tênis de mesa. Pedi para ver o vídeo e ele falou que já tinham até criado o canal. No começo, claro, ficamos meio preocupados, mas depois que vimos o conteúdo e a intenção deles ao fazer, incentivamos. Demos alguns toques, pois são crianças, mas não vamos interferir. Essa foi uma iniciativa totalmente deles", garante.

 

"Ele tinha praticado alguns esportes antes, mas se apaixonou pelo tênis de mesa e, desde então, vem participando de diversos campeonatos. Quando soube do canal, foi uma surpresa. Até porque nem sei mexer nessas coisas direito (risos). Vi o vídeo já pronto e achei legal a intenção deles", afirma Marco Prado, pai de Levy.

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 também impulsionaram o gosto dos pequenos pelo tênis de mesa. Enquanto Levy salientou a campanha do brasileiro Hugo Calderano, Matheus guardou na memória lances dos chineses Ma Long e Zhang Jike. 

 

E em breve, os vídeos podem ganhar um incentivo. Com o apoio da Federação Matogrossense de Tênis De Mesa, o centro de treinamento pode passar a ser o cenário para as filmagens.

 

"Montaram isso para auxiliar crianças que estão começando e, de alguma forma, divulgar o tênis de mesa. É uma iniciativa bem legal, ainda mais vindo de duas crianças", aponta Sandro José Abrão, presidente da entidade.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br