Paralimpíadas Escolares: Com seis ouros, Minas Gerais termina na liderança do quadro de medalhas do tênis de mesa

02/12/2016 18:35

Paraná e Mato Grosso do Sul ficam logo atrás com quatro ouros cada

Da redação. no Rio de Janeiro (RJ) - 2/12/2016

Foto: Marcio Rodrigues/ MPIX/ CPB
Minas Gerais foi o grande destaque do quadro de medalhas nas Paralimpíadas Escolares, que foram realizadas na última semana. O estado, que já havia se destacado no último dia de competições, terminou a disputa do torneio na liderança do quadro de medalhas do tênis de mesa, com nove medalhas ao todo (seis ouros, duas pratas e um bronze).

A segunda colocação ficou com o do Paraná. O estado do Sul, ao lado de São Paulo (que ficou em 5º no quadro de medalhas), foi o que mais subiu no pódio no total: 11 vezes. As medalhas conquistadas pelos paranaenses foram quatro de ouro, duas de prata e cinco de bronze.

Logo atrás vem um estado do Centro-Oeste. Mato Grosso do Sul foi destaque no primeiro dia e nas duplas femininas, e conseguiu faturar, ao todo, dez medalhas. O estado ficou na terceira posição ao ir quatro vezes para o lugar mais alto do pódio, além de seis sul-mato-grossenses com a medalha de bronze.

Confira abaixo o quadro de medalhas completo do tênis de mesa nas Paralimpíadas Escolares:

1º Minas Gerais (seis ouros, duas pratas e um bronze)

2º Paraná (quatro ouros, duas pratas e cinco bronzes)

3º Mato Grosso do Sul (quatro ouros e seis bronzes)

4º Santa Catarina (dois ouros, quatro pratas e três bronzes)

5º São Paulo (dois ouros, três pratas e seus bronzes)

6º Distrito Federal (dois ouros, uma prata e três bronzes)

7º Goiás (um ouro e dois bronzes)

8º Maranhão (quatro pratas e três bronzes)

9º Pará (três pratas e um bronze)

10º Espírito Santo (três pratas)

11º Amazonas (uma prata e um bronze)

12º Rio de Janeiro/Tocantins (três bronzes)

13º Mato Grosso/Paraíba (dois bronzes)

14º Rondônia/ Rio Grande do Sul/ Pernambuco (um bronze)

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br