Parapan de Jovens: Tênis de mesa brasileiro luta por quatro primeiras colocações na disputa por equipes

23/03/2017 18:11

Além disso, delegação verde e amarela brigará pelo terceiro lugar em duas Classes

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 23/03/2017

Foto: Alexandre Urch/CPB/MPIX

O tênis de mesa brasileiro tem a possibilidade de conquistar mais quatro primeiras colocações no Parapan-Americano de Jovens, que acontece em São Paulo. Nesta sexta-feira (23), as equipes masculinas da Classe 1-5 e Classe 6-7 e os times femininos da Classe 1-5 Classe e 6-10 terão partidas decisivas na briga pelo lugar mais alto do pódio. Além disso, as equipes masculinas Classe 8 e Classe 9 vão duelar pela medalha de bronze.
 
Em grupo único, o time masculino Classe 1-5, formada por Matheus  Michetti Batista e Guilherme Aparecido de Andrade Rocha, precisa derrotar a Argentina por 2 jogos a 0 para levar o troféu. Isso porque, o Brasil perdeu para a a Colômbia por 2 jogos a 1 e a Colômbia, por sua vez, perdeu para a Argentina por 2 a 0. Desta forma, o time verde e amarelo necessitará da vitória pela diferença de dois jogos para que ultrapasse os rivais hermanos no critério de desempate. 
 
Caso a Argentina vença por 2 a 1, o Brasil fica em segundo. Já se a Argentina triunfar por 2 a 0, o Brasil fica com o terceiro lugar e a Colômbia com o vice.
 
O desafio para a equipe Classe 6-7 masculina será contra a Costa Rica. O time que é composto por Marilson Henrique Alfaia, Gustavo Alexandre Laskoky e Paulo Henrique Gonçalves Fonseca, bateu o Chile na semifinal por 2 jogos a 0, chegando à disputa pelo ouro.
 
Já a equipe Classe 1-5 feminina - Camila dos Santos Ribeiro, Maria Laura de Freitas e Raiza da Silva -, terá de vencer a Colômbia para assegurar a primeira colocação. Em grupo único, elas venceram o México por 2 a 1 e a Colômbia bateu o mesmo adversário por 2 a 0.
 
As meninas da equipe Classe 6-10 (Danielle Rauen, Iolanda de Almeida Maia e Lethicia Rodrigues Lacerda) terão pela frente uma final contra a Argentina. Na semifinal, elas bateram o México por 2 jogos a 0, enquanto as hermanas eliminaram a Colômbia também por 2 a 0.
 
Os homens da equipe Classe 8, que conta com Carlos Eduardo Valerio e Lucas Grilo vão lutar pelo bronze em confronto com o Canadá. Na semifinal, o time verde e amarelo acabou perdendo para a Argentina por 2 a 0, enquanto os canadenses deram adeus à final após derrota por 2 a 0 para o Chile.
 
Enquanto isso, o time Classe 9-10 masculino, composto por Alex Sandro Pereira, David Lima, Lucas Carvalho, disputará o terceiro lugar com a Venezuela. Na semifinal, o Brasil perdeu para o Chile por 2 a 0. Já a Venezuela, foi eliminada pelo México, também após derrota por 2 a 0.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br