PELOS ESTADOS - Escolas municipais de Belo Horizonte participam do projeto Bolinha Branca

19/02/2019 11:48

FMTM espera atingir 500 crianças em projeto de inclusão social por meio do tênis de mesa na capital mineira

FOTO: Monitores do projeto Bolinha Branca. Crédito: Arquivo FMTM.

 

Belo Horizonte (MG), 19 de fevereiro de 2019.

Com informações da assessoria de imprensa da FMTM

Alunos da Escola Municipal Maria das Neves, do bairro São Lucas, na Região Leste de Belo Horizonte, não perdem uma quarta-feira de treino no ginásio poliesportivo da Associação Mais Acessível (AMA). Eles são os primeiros participantes do Bolinha Branca, projeto de inclusão social da Federação Mineira de Tênis de Mesa Olímpico e Paralímpico (FMTM) em parceria com a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. A atividade está inserida no contexto da Escola Integrada e Escola Aberta e prevê atingir todas as instituições públicas do município, estimulando a prática do tênis de mesa desde a base.

“As escolas conhecem outras modalidades, como  futsal, capoeira, voleibol, mas nunca houve incentivo para o tênis de mesa, considerado como esporte de elite. Por isso queremos que o maior número possível de escolas participe”, declara o presidente da FMTM, Renato Belisário.  A meta da FMTM para 2019 é chegar a 500 crianças por meio de multiplicadores e promover três torneios metropolitanos, com o primeiro previsto para o mês de maio.

O projeto consiste numa estratégia inédita no Brasil de preparar monitores para replicarem o esporte dentro das escolas e assim atrair mais e mais adeptos entre os próprios alunos. São as instituições que contratam os monitores e os encaminha para serem treinados na Federação em três competências: técnica, arbitragem e pedagogia do esporte. Seis monitores, alunos da escola estadual Assis Chateaubriand, no bairro Santo Inês, já estão sendo preparados desde 2018. A expectativa da Federação é que com a formação estes jovens monitores possam exercer a atividade como alternativa de renda.

De fevereiro a abril estão previstos cinco encontros para que a Federação apresente a modalidade às escolas e as sensibilize para adesão ao Bolinha Branca.

Tênis de mesa para todos

A FMTM iniciou as atividades em julho de 2017 com a prerrogativa de desenvolver esta modalidade esportiva dentro do estado de Minas Gerais. Segundo o presidente da Federação, Renato Belisário, os torneios visam promover a expansão do tênis de mesa e ping-pong para toda a população. “Este esporte pode ser praticado por pessoas de todas as idades e estimula, além da parte física, o lado cognitivo com o desenvolvimento do raciocínio e de tomadas de decisões”, explica.

O Centro de Treinamento da FMTM é no ginásio poliesportivo da AMA, que fica na avenida do Contorno, 2.655, no bairro Santa Efigênia. O espaço é aberto todas as quartas-feiras, das 14h às 22h e aos sábados, de 8h às 12h, para qualquer pessoa que queira treinar e se desenvolver neste esporte.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa