Plano Estratégico da CBTM é elogiado em curso promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil

05/12/2016 13:01
Walquiria San-Thiago, gerente geral de operações e relações externas, apresentou as diretrizes para os próximos dois ciclos olímpicos
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 05/12/2016
 
O Plano Estratégico da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para os próximos dois ciclos olímpicos foi apresentado durante a edição do Curso Avançado de Gestão Esportiva - edição temática em Planejamento Estratégico (CAGE Plan), principal iniciativa do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para capacitação de gestores esportivos. No evento, as diretrizes da CBTM receberam elogios, sendo, inclusive, apontadas como um bom exemplo de benchmarking (processo de busca das melhores práticas numa determinada indústria e que conduzem ao desempenho superior) até mesmo para as outras confederações.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa foi representada por Walquiria San-Thiago, gerente geral de operações e relações externas, que foi uma das alunas do curso e, ao fim, teve a oportunidade de mostrar o planejamento da CBTM, explicando os ideais traçados.
 
"Aproveitamos o convite porque já havíamos organizado o desenvolvimento de um novo Planejamento Estratégico, juntamente com o professor e mestre Geraldo Campestrini, que além de um expert em Gestão e Governança, será agregado à nossa equipe a partir de 2017, capitaneando o escritório de projetos. Desta forma, conseguimos avançar muito naquilo que precisava ser revisto, ante o cenário político-econômico atual, bem como, otimizar as expectativas da organização para que possamos colocar em prática, de forma sistematizada, algo efetivo e que já vem sendo aplicado na CBTM desde 2009", disse Walquiria, que completou:
 
"Além disso, o curso serviu para a troca de experiências entre as confederações, criando a oportunidade de conhecer detalhes e situações comuns a todos nós, de outras organizações esportivas, de clubes como o Minas Tênis e o Esperia e entidades militares”. 
 
O curso durou um período de 13 meses e foi realizado pelo Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), área de Educação do COB, com o apoio dos Programas da Solidariedade Olímpica do Comitê Olímpico Internacional. Esta edição teve como objetivo principal capacitar os alunos a desenvolver ou redesenhar o Planejamento Estratégico das entidades esportivas para os próximos ciclos olímpicos.
 
Além de representantes de 20 Confederações Brasileiras Olímpicas, o CAGE Plan contou ainda com a participação de membros das Forças Armadas (Exército e Marinha), Confederação Brasileira de Clubes, Minas Tênis Clube, Clube Esperia e Sogipa.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br