Rafael Torino chega nas quartas de final por equipes no Aberto Júnior da República Tcheca

16/02/2019 15:41

Brasileiro atuou por equipe da Moldávia e teve grande participação, vencendo três dos cinco jogos que disputou

FOTO: Rafael Torino ficou perto da medalha. Crédito: ITTF.

 

Hodonín (CZE), 16 de fevereiro de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O brasileiro Rafael Torino encerrou neste sábado (16/2) a sua participação no Aberto Júnior da República Tcheca de Tênis de Mesa, em Hodonín. O jovem disputou o torneio por equipes pela República da Moldávia, que foi eliminada nas quartas de final, ao perder por 3 a 1 para a Bélgica.

Torino era o único brasileiro no torneio e optou por defender a equipe moldava por ter amigos no time, que treinaram com ele na Alemanha. A soma de forças funcionou bem, com a equipe ficando bem próxima de uma medalha no torneio.

Na disputa desta manhã, Torino foi derrotado por Adrien Rassenfosse, por 3 a 0 (7/11, 2/11 e 8/11). Vladislav Ursu, um dos companheiros de Torino, perdeu as duas partidas disputadas, enquanto Felix Cozmolici derrotou o belga Nicolas Degros, conquistando a única vitória moldava nesta fase.

O desempenho de Torino foi muito bom no primeiro dia de disputa entre equipes. A Moldávia teve 100% de aproveitamento, vencendo os três jogos da fase inicial e conquistando a primeira colocação do grupo 5.

Contra a Eslováquia, vitória por 3 a 1, com duas participações do brasileiro: derrota para Filip Delincak, por 3 a 2 (8/11, 12/10, 11/8, 10/12, e 3/11), e vitória sobre Adam Klajber, por 3 a 0 (11/9, 11/9 e 11/9). Mais um triunfo diante da Bulgária, por 3 a 0, com Torino vencendo por 3 a 0 Eren Bekir (11/8, 11/7 e 11/6). A terceira vitória da equipe da Moldávia veio contra os donos da casa, por 3 a 1. Torino bateu o tcheco Tomas Martinko, por 3 a 2 (8/11, 11/3, 15/13, 11/13 e 11/3).

Na quarta-feira, o brasileiro foi eliminado do torneio individual, ainda na fase de grupos. Ele venceu o eslovaco Samuel Feco, por 3 a 1 (11/6, 6/11, 11/8 e 11/2), mas perdeu para outros dois adversários, pelo mesmo placar: o romeno Eduard Ionescu (9/11, 10/12, 11/9 e 6/11) e o japonês Haruki Michihiro (8/11, 13/11, 5/11 e 6/11).

 

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa