Seletiva Nacional: No último dia de competição, Carlos Ishida e Luana Souza carimbam vaga para Sul-Americano Juvenil

13/01/2017 20:05

Carlos superou Rafael Torino na final, já Luana bateu Beatriz Kimoto na decisão

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 13/1/2017

Carlos Ishida e Luana Souza ganharam um bom motivo para sorrir no último dia de competições da Seletiva Nacional. Nesta sexta-feira (13), eles venceram os seus respectivos torneios, ambos no juvenil, e garantiram vaga para o Sul-Americano da categoria, que será realizado em março, em Assunção, no Paraguai. Os atletas se juntam a Siddharta Almeida e Alexia Nakashima já estavam classificados por critérios técnicos.

No masculino, Carlos Ishida teve de superar uma final muito parelha para assegurar a vaga. O atleta encarou Rafael Torino e o superou por 4 sets a 3, com parciais de 7/11, 11/8, 13/15, 11/5, 10/12, 11/7 e 11/7.

"Esse título é muito importante para mim, principalmente, por ser o meu último ano no juvenil. Muita gente não sabe, mas, nos anos anteriores, eu diminui o meu ritmo de treino. Sempre eu chegava na seletiva e batia na trave, por isso, acabei desanimando um pouco. Mas recuperei a minha vontade e comecei a treinar todos os dias", contou Carlos Ishida, que completou:

"Ainda quero dar muitas alegrias para o Brasil e espero poder cada dia estar melhorando mais. Esse título foi sofrido, mas foi muito gratificante. Graças a Deus consegui vencer!".

Carlos ainda foi elogiado pelo seu técnico. Para Eric Mancini, seu atleta mereceu o título pelo empenho que o atleta demonstra nos treinos.

"Foi muito emocionante! O Carlos conseguiu render bem, porque é um atleta que está treinando todos os dias. Ele está muito focado e deu o melhor dele do começo até o final. Estou muito feliz com a vitória dele, pois ele mereceu esse título por tudo o que ele tem mostrado nos treinos", avaliou o treinador Mancini.

No feminino, Luana Souza também não teve tarefa fácil. A mesatenista enfretou Beatriz Kimoto na decisão e a superou por 4 a 2, com parciais de 8/11, 12/10, 11/7, 11/5, 9/11 e 11/4. Para Luana, conquistar a sua primeira seletiva foi uma sensação diferente.

"Estou muito feliz! Ganhar a Seletiva teve um gostinho especial. Consegui ganhar da Fernanda Kodama na semifinal e eu nunca consigo vencê-la. Na final, estava um pouco cansada já, foi um jogo muito duro contra a Beatriz, mas eu fico feliz que consegui sair vitoriosa", disse.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br