Sete presidentes de federações assumem como vice-presidentes regionais

11/04/2017 16:57
 
Emerson Jerônimo, Lidney Castro, Luiz Henrique Camanho, Sandro Abrão, Flávio Seixas, Jadelson Ribeiro e David Domingues são os novos nomes do Conselho Consultivo
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 11/4/2017
 
O começo do ciclo olímpico para Tóquio 2020 terão novos nomes no Conselho Consultivo da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). As vice-presidências regionais foram assumidas por sete presidentes de federações, que estiveram na Assembleia Geral, realizada na última semana. Os recém-empossados terão um mandato de dois anos.
 
Emerson Jerônimo, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Paraná, assume a vice-presidência regional da Região Sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), Lidney Castro Valejo, da Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo, fica responsável pela Região Sudeste (São Paulo), já Luiz Henrique Souza Camanho, da Federação Espírito-Santense de Tênis de Mesa, comanda a Região Leste (Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais).
 
Além deles, o presidente da Federação Mato-Grossense de Tênis de Mesa, Sandro Abrão, fica à frente da Região Centro (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins). Flávio Seixas, presidente da Federação Alagoana de Tênis de Mesa, está responsável pela Região Nordeste I (Bahia, Sergipe, Pernambuco e Alagoas), enquanto Jadelson Ribeiro, da Federação de Tênis de Mesa do Piauí, fica com a Região Nordeste II (Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão). Por fim, David Domingues, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Pará, assume a Região Norte (Amazonas, Acre, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima).
 
Os vice-presidentes regionais terão como funções: a indicação e revisão das propostas para o desenvolvimento da modalidade; a recomendação à Assembleia Geral da distribuição dos recursos para projetos especiais; e a análise de outros assuntos referidos ao Conselho Consultivo pelo Presidente da CBTM, Alaor Azevedo, ou pelos diversos Comitês Especiais.
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br