Sul-Americano mirim: Giulia Takahashi é ouro e Kenzo Carmo prata nos torneios individuais

04/05/2016 12:50

Jovem irmã de Bruna Takahashi levou o título pré-mirim e Kenzo faturou o vice-campeonato mirim

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 04/05/2016

A seleção brasileira finalizou com chave de ouro, na noite desta terça-feira (3), sua participação no Campeonato Sul-Americano mirim e pré-mirim, em Lima (PER). Giulia Takahashi sagrou-se campeã da categoria pré-mirim e Kenzo Carmo ficou com a prata no mirim, após final muito disputada. No total, o Brasil conquistou sete medalhas, sendo três ouros, duas pratas e dois bronzes.

ASSISTA a semifinal do pré-mirim feminino e a final do mirim masculino clicando aqui.

Na decisão, a irmã de Bruna Takahashi não deu chances para a peruana Alicia Evanan - 4 a 0, parciais de 11/6, 11/2, 11/3 e 11/2. Por uma vaga na final, ela havia superado outra local: Alheli Llufire, também em sets diretos (11/7, 11/4, 11/5 e 11/5). Na fase final, que começou nas oitavas, Giulia não cedeu nenhum set para as adversárias.

"Estava ansiosa para jogar no sub-11, porque ainda não havia jogado a minha categoria e não conhecia nenhuma adversária”, contou a campeã, que jogou os torneios por equipes e duplas no mirim.

“Mas depois fui jogando bem e fiquei muito feliz de conseguir um título tão importante. Agradeço a todos os meus técnicos de São Caetano, da seleção e do Diamantes do Futuro, meus pais e companheiros de treino”, completou a jovem de apenas 10 anos.

O outro finalista no individual, Kenzo Carmo, acabou ficando com a prata no mirim ao ser vencido pelo peruano Angel Jimenez, por 4 a 2 (11/8, 11/7, 5/11, 10/12 e 11/1). Após o duelo equilibrado - que incluiu uma virada incrível no quinto set, após estar perdendo por 7 a 3 e depois 10 a 8 -, o brasileiro fez questão de elogiar o rival.

"O jogo foi muito difícil, o Angel já tinha jogado comigo duas vezes e veio muito agressivo, sem errar nada. Eu tentei, mas ele estava sempre abrindo melhor os sets. Nas viradas tentei manter a calma e continuar fazendo a parte tática e consegui acertar bons golpes, creio que ele sentiu e errou também”, analisou o mesatenista, que se mostrou contente com sua performance na competição.

“Sobre o Sul-Americano, achei que foi bom o meu desempenho. Consegui fazer bons jogos, tive boas vitórias e no final fiquei muito feliz pois estou saindo com quatro medalhas”, comemorou.

Além de Kenzo e Giulia, o Brasil teve mais quatro representantes nos torneios individuais, todos no mirim: Wanessa Suwu e Joon Shin caíram nas quartas de final, enquanto Gustavo Gerstman e Fabiana Shintate pararam nas oitavas.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br