Sul-Americano Mirim/Pré-Mirim: Brasil garante três times nas finais por equipes

18/05/2017 16:30
Brasileiros das equipes mirim e pré-mirim masculinas e mirim feminina vão brigar pelo ouro no Paraguai
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 18/5/2017
 
Foto: ITTF
 
A participação da seleção brasileira no Campeonato Sul-Americano Mirim e Pré-Mirim, em Assunção, no Paraguai, começou avassaladora. No torneio de equipes, três dos quatro times do Brasil avançaram às finais e já garantiram ao menos a medalha de prata nesta quinta-feira (18). As equipes mirim e pré-mirim masculinas e a mirim feminina são os grupos do país que vão brigar pelo ouro.
 
No mirim masculino, Gustavo Gerstmann, Henrique Noguti, Joon Shim e Luigi Yamane garantiram vaga na decisão ao derrotar a equipe da Argentina (Tomas Sanchi, Ulises Lemos e Franco Spinelli) por 3 jogos a 0. 
 
O primeiro a ir à mesa foi Gustavo que bateu Tomas por 3 sets a 2, com parciais de 11/7, 9/11, 11/6, 9/11 e 11/3. Depois, Henrique ampliou a vantagem brasileira ao vencer Ulises por 3 a 1 (11/5, 12/10, 5/11 e 11/8). A dupla Joon e Luigi finalizou o confronto ao superar a parceria Franco/Tomas por 3 a 1, parciais de: 11/6, 9/11, 11/7 e 11/5. Classificados, os garotos vão medir forças com o Peru pelo título.
 
A seleção mirim feminina também chegou à decisão também com uma vitória de 3 jogos a 0 na semifinal.  Giulia Takahashi, Laura Watanabe e Laira Silva bateram a equipe do Chile, que é composta por Fernanda Araneda, Catalina Muñoz e Macarena Reyes.
 
O primeiro jogo do confronto foi entre Laura e Fernanda. A brasileira derrotou a adversária por 3 sets a 1, com parciais de 11/6, 11/5, 5/11 e 11/7. Logo após, Giulia ampliou a diferença ao vencer  Catalina por 3 a 0 (11/1, 11/5 e 11/3). Giulia e Laura finalizaram o embate no jogo de duplas contra a parceria Fernanda/Macarena. Vitória brasileira por 3 a 0 (11/6, 11/4 e 11/6). Na partida valendo o ouro, o Brasil vai encarar a equipe peruana.
 
Na semifinal do pré-mirim masculino, o Brasil foi à mesa contra o Peru. Guilherme Marchiori e Leonardo Iizuka derrotaram o time formado por Mali Puerta e Angelo Ardito por 3 jogos a 0,
 
Guilherme abriu o marcador de jogos para o Brasil ao vencer a partida individual contra o peruano Mali. O resultado final do confronto foi 3 sets a 0, com parciais de 11/7, 11/7 e 11/8. No outro embate individual, Leonardo encarou Angelo e o bateu por 3 a 0 (11/8, 11/7 e 11/4). Nas duplas, os brasileiros fecharam o encontro ao derrotarem Angelo/Mali por 3 a 1, parciais de: 7/11, 11/9, 11/9 e 11/3.  Eles, agora, encaram a Argentina valendo o campeonato.
 
No pré-mirim feminino, as brasileiras Mihayla Sardá, Karina Shiray e Beatriz Kanashiro acabaram ficando na terceira colocação na fase de grupos e não avançaram para as semifinais. As meninas foram para a disputa da quinta colocação e estão a um passo de conseguir. A equipe bateu o Paraguai por 3 jogos a 0 e, agora, encaram a Bolívia.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br