Sul-Americano Mirim/Pré-Mirim: Brasil se destaca nos torneios individuais e de duplas

22/05/2017 11:26

Após medalhas por equipes, delegação verde e amarela voltou ao pódio mais 12 vezes

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 22/05/2017

O Brasil terminou o Sul-Americano Mirim/Pré-Mirim, que aconteceu em Assunção, Paraguai, com uma grande campanha. Depois de ter conquistado dois ouros e uma prata por equipes, a delegação verde e amarela ainda foi mais 12 vezes ao pódio, nos torneios individuais e de duplas. 
 
Assim, o país encerrou a participação na competição com um total de oito ouros, quatro pratas e três bronzes, sendo uma das principais delegações no Sul-Americano Mirim/Pré-Mirim.
 
No Individual Pré-Mirim masculino, Leonardo Iizuka chegou ao lugar mais alto do pódio ao bater o peruano Renzo Zeballos na final, por 3 sets a 1 (9/11; 11/6; 11/8 e 11/5). Guilherme Marchiori ficou com o bronze. Enquanto isso, no Mirim Feminino, Giulia Takahashi confirmou o favoritismo e levou o ouro ao bater a argentina Divina Ding por 3 sets a 0 (11/4; 11/4 e 11/7).
 
Já no Mirim Masculino, Joon Shim fez um grande jogo na decisão, mas ficou com a prata, ao perder para o peruano Carlos Fernandez por 3 sets a 2 (11/7; 9/11; 8/11; 11/7 e 11/7). Gustavo Gerstmann levou o bronze.
 
Nas Duplas, o Brasil foi quase absoluto, vencendo quatro das seis categorias possíveis e ficando com a prata nas outras duas. No Pré-Mirim Masculino, Leonardo Iizuka e Guilherme Marchiori conquistaram o título ao bater os chilenos Renato De La Jara e Alvaro Fuentes por 3 sets a 0 (11/6; 11/2 e 11/4). Nas duplas mistas, novo ouro, desta vez com Leonardo Iizuka e Beatriz Kanashiro, que derrotaram os equatorianos Esteban Alban e Angelica Arellano por 3 sets a 0 (11/8; 11/6 e 11/6).
 
No Feminino, Beatriz Kanashiro e Karina Shiray ficaram com a prata ao perderem para as colombianas Ana Isaka e Mariana Ruiz por 3 sets a 1 (6/11; 11/8; 11/4 e 11/9).
 
No Mirim Feminino, Giulia Takahashi e Laura Watanabe garantiram mais uma conquista para o Brasil ao passarem pelas peruanas Ana Aragon e Maria Maldonado por 3 sets a 1 (11/7; 5/11; 11/7 e 11/7). Nas duplas mistas, Gustavo Gerstmann e Laura Watanabe venceram a parceria peruana formada por Adrian Rubinos e Maria Maldonado por 3 sets a 2 (7/11; 6/11; 11/6; 11/6 e 11/6).
 
No Masculino, Gustavo Gerstamann e Henrique Noguti levaram a prata. Na final, eles acabaram derrotados pelos peruanos Carlos Fernandez e Adrian Rubinos por 3 sets a 1 (9/11; 11/2; 12/10 e 12/10). Joon Shim e Luigi Yamane ganharam o bronze. 
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br