Treinador da seleção exalta participação perfeita dos brasileiros no Campeonato Latino-Americano infantil

27/06/2016 22:21
Rafael Torino, Eduardo Tomoike e Guilherme Teodoro fizeram o pódio completo no torneio individual
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 27/6/2016
 
O treinador da seleção, Guilherme Simões, enalteceu o desempenho perfeito do Brasil no Campeonato Latino-Americano infantil, disputado em Santo Domingo, na República Dominicana. Na competição realizada no início do mês, os brasileiros Rafael Torino (32º colocado no ranking mundial infantil), Guilherme Teodoro (27º) e Eduardo Tomoike (26º) conquistaram o título por equipes e nas duplas, além do pódio completo no torneio individual.
 
"Nós fizemos uma competição perfeita, ganhamos tudo. Os nossos atletas são mesatenistas talentosos e consagrados, apesar da pouca idade. Todos já foram campeões sul-americanos ou latino-americanos  em suas carreiras", lembrou o técnico.
 
No torneio individual, o Brasil foi soberano. O título ficou com Torino que derrotou Tomoike por 4 sets a 1, parciais de 11/2, 10/12, 11/6, 11/5 e 11/4, na final. Teodoro ficou com o bronze ao ter sido batido pelo medalhista de prata por 4 a 2 (13/11, 11/9, 11/7, 9/11, 5/11 e 11/6). Para o treinador, o ótimo início do campeão acabou em uma campanha impressionante.
 
"Torino fez uma competição espetacular. Acho que a grande vantagem que ele teve foi de não ter feito jogo acirrado com ninguém, ele atropelou todo mundo. Ninguém conseguiu tirar mais de dois sets dele em uma única partida e isso foi dando motivação para ele continuar bem até o final do torneio", analisou.
 
Para Guilherme Simões, o vice-campeão Eduardo Tomoike também merece crédito por ter batido o compatriota Teodoro na semifinal, além do grande resultado do atleta frente ao seu adversário nas quartas de final, o mexicano Dario Arce. A partida terminou em vitória de virada para o brasileiro por 4 a 3 (10/12, 9/11, 8/11, 11/7, 11/8, 11/8 e 11/6).
 
"O Dudu sempre joga bem em campeonatos internacionais. Ele teve méritos por eliminar o Guilherme nas semifinais, além de ter conseguido virar uma partida praticamente perdida contra um atleta fortíssimo do México nas quartas. O vice-campeonato foi bom para ele, mesmo sabendo que ele queria a vaga para o Desafio Mundial", comentou o técnico, citando a vaga para o Desafio Mundial de Cadetes 2016, que será realizado em outubro.
 
Guilherme Teodoro foi o brasileiro que teve mais dificuldades no campeonato. Na fase de grupos, o mesatenista venceu uma e perdeu duas partidas, avançando em segundo lugar no seu grupo. Mesmo assim, acabou como medalhista de bronze no individual e campeão nas duplas, ao lado de Torino, Na visão de Simões, seu histórico vitorioso fez com que o rendimento fosse um pouco abaixo de seu potencial.
 
"Teodoro era o atual campeão latino-americano no início da competição, por isso, ele entrou pressionado no torneio. Ele sentiu um pouco dessa cobrança de defender o título e por isso teve um rendimento abaixo do esperado na primeira fase do individual. Isso fez com que ele perdesse um pouco da confiança para a sequência", explicou.
 
Na decisão das duplas, Torino e Teodoro venceram, de virada, os peruanos Jhon Loli/Felipe Duffo (49º) por 3 a 1 (5/11, 11/9, 11/4 e 11/8) na decisão. Além destas conquistas, o Brasil ainda levou invicto o torneio por equipes ao bater a forte seleção peruana na final por 3 jogos a 0. 
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais: 

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br