Um ano da Rio 2016: Com duas medalhas, Bruna Alexandre afirma: 'Nunca estive tão preparada'

19/09/2017 10:16

Atleta da Classe 10 conquistou o bronze no individual e por equipes

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 19/09/2017

Foto: Alaor Filho / MPIX / CPB

Bruna Alexandre comemorando a conquista de medalha foi algo comum na Rio 2016. A atleta da Classe 10 conquistou o bronze no torneio individual e por equipes Classe 6-10, ao lado de Danielle Rauen e Jennyfer Parinos. As conquistas, porém, não foram à toa, salienta ela, que lembra os quatro anos de treinos que antecederam os Jogos Paralímpicos.

“Jogar em casa tem um gostinho a mais, mas nunca estive tão preparada e tão focada durante esses quatro anos e isso conta muito. Seja para jogar em casa ou em outro país. Acredito que todo esforço é recompensado. Eu me senti uma pessoa muito guerreira e persistente nesse sonho”, disse.

Apesar das conquistas, ao ser questionada sobre o momento que ainda está mais vivo na memória, Bruna não aponta uma vitória ou pódio, mas um jogo em que, por muito pouco não fez história, ao fazer frente à segunda melhor jogadora do mundo da categoria no torneio individual. A brasileira chegou a estar na frente, mas perdeu por 3 sets a 2

“O momento mais marcante para mim foi a semifinal contra a Natália (Partyka, polonesa), no individual”, apontou.

Para Bruna, os Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro mostrou ao Brasil um pouco mais dos esportes adaptados e fez com que o público apreciasse ainda mais os atletas.

“O esporte paralímpico conseguiu dar essa grande oportunidade de o público conhecer as modalidades e isso nos fez ver que o público admirou nosso trabalho, não só a superação. E conhecendo cada modalidade com certeza o público vai se aproximar cada vez mais! Realmente, admirei o povo brasileiro por tanta energia boa durante e depois dos Jogos! Isso mostra que o esporte paralímpico está crescendo cada vez mais”.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br